domingo, 28 de novembro de 2010

87.


Não sei qual é a delas de os ouvirem cantar á janela e esquecerem tudo o que fizerem. Raio de romantismos.

3 comentários:

Jane Porter disse...

As verdadeiras serenatas deviam ser um pratinho de vingança oferecido por ELAS.

Patrícia Costa disse...

adoro esta foto. ui. adoro esta tua dita frase.

luisinha disse...

raio de romantismos que por mim ferve, every day.
ai, minha linda. ora, pois é, e estou quase a chorar com esta música. (e pele de galinha!!)
mas bem, sim. tão iguais e tão diferentes. bom, sim, é bom... muito bom! nunca ninguém saberá tanto de mim, nunca também porque não consigo fazê-lo - dar-me assim - uma vez que, lá no fundo (menos fundo do que parece, melhor, bem cá em cima), sei que as coisas não são para sempre e as pessoas supostamente apaixonadas por nós nos dizem adeus num abrir e fechar de olhos. e com elas levam tudo, tudo de mim. é por isso que é bom poder ter-me como segura, desse modo. a ti te digo o mesmo, Maria-Estrela*