terça-feira, 28 de setembro de 2010

65.


- Porque continuas a guardar todo o teu amor em ti?
- Guardo-o por prevenção. É. Sei que comigo está bem. Comigo ninguém lhe fere os sentidos. E por isso raramente o faço sentir noutra pessoa. Não quero que se machuque. Não quero mesmo. Deixo-o fechado em mim porque tenho-lhe demasiado afecto. E deixo-o bem. A sério que deixo. Embrulhado em papel de veludo dança ao sabor dos batimentos cardíacos. É livre. É livre à minha maneira. É livre ao meu gosto. E se queres que te diga, este meu amor já se habituou a isso. A ser livre sem ser. É tudo por uma boa causa. É tudo pela minha causa predilecta. Pelo meu encanto pelo meu amor. Gosto tanto dele. Pensando bem, gosto mesmo. Gosto demasiado até.

8 comentários:

AnaLui disse...

Deve ser o melhor que já escreveste !

Joana disse...

de ser bipolar ? ahah. já estava farta de entrar em blogs de gajas e ler em todos "sou bipolar".
wait, tu es de ponte de lima?

Marisa disse...

AMEIII! Tudo o que sai da tua alma, sai perfeito. Parabéns.

Joana disse...

é, mesmo fixe. Até estou para ver qual vai ser o distúrbio\ doença que vai estar na moda a seguir ao bipolar.

e andas na espl? acho que nunca te vi por lá. :)

Joana disse...

deixa la, antes isso do que estar no 12º e tambem nao passar do metro e meio.

AnaLui disse...

Continuo a achar que é o melhor que ja escreveste.

Marisa disse...

é bom ouvir isso. é isso mesmo que eu quero mostrar. simplesmente sou eu mesma. e lá está os teus textos também mostram a verdadeira maria, o que realmente é muito bom.

AnaLui disse...

Obrigada Maria *-* Continuo a achar este lindissimo!
A marisa tem blog? Não consigo ver :s